ImageÉ engraçado como a vida é repleta de encontros que jamais imaginamos e que nos transformam. Há dois anos conhecemos o casal de artistas, o diretor de arte Mozart Fernandes e a cenógrafa Mônica Rodrigues Fernandes, da Vértices Casa, também conhecidos como Mos. O santo bateu e há alguns meses tocamos juntos um projeto autoral que muito nos orgulha e para um outro artista que somos fãs, Lira. O cara é poeta, cantor, ator, letrista, músico… Ele é massa, como dizem.

Tivemos a chance de unir forças, de trabalhar com um grupo de pessoas com características e talentos distintos, complementares e livres.
 
Bonito isso. É verdade. O destino às vezes é muito legal. Permitiu que tivéssemos química  e tudo fluiu.

Essa reunião boa resultou no videoclipe Eletrônica Viva, que será lançado dia 31 de janeiro, num no Sesc Vila Mariana, aqui em São Paulo. Será no dia 31 de Janeiro, às 21h. Rolará além do show do Lira, rolará um live paint do Projeto Morte Vida  

Poxa, quem puder apareça.

Créditos

Uma produção Vértices Cenografia, Arte e Design e Bonita Produções
Roteiro e Direção: Mônica Rodrigues Fernandes e Mozart Fernandes 
Roteiro adaptado e ass de direção: Laura Guimarães.
Direção de Fotografia: Théo Grahl
Ator: Lira
Montagem:Luana Yasbek
Cinegrafia: Rodrigo Mmorales 
Cenografia: Monica Rodrigues e Mozart Fernandes
Arte na cenografia: Mozart Fernandes e Alberto Lizarazo Projeto MorteVida
Figurino: Matilda Azevedo
Maquiagem: Mozart Fernandes
Produção Geral: Vértices Cenografia, Arte e Design
Produção Executiva: Eletrônica Viva Produções
Produção: Giovanna Pedace | Vértices Cenografia, Arte e Design
Coordenação audiovisual: Ela Sodré e Daniel Reis 
Ass. de produção: Olivia Mendes
Alimentação: Gloria Batista (Gogó)
Apoio: Eletrônica Viva Produções | Vértices Cenografia, Arte e Design | Vértices Casa | Bonita Produções | Multipark

Conviva Educação

18/12/2013


1208539_601184846607736_115396888_n
O Conviva Educação é um ambiente virtual com ferramentas de gestão, formação e troca de experiências fundamentais para as redes públicas de ensino.

O projeto é fruto da parceria inédita entre Fundação Itaú Social, Fundação Lemann, Fundação Roberto Marinho, Fundação SM, Fundação Telefônica Vivo, Fundação Victor Civita, Instituto Gerdau, Instituto Natura, Instituto Razão Social, Itaú BBA e o Movimento Todos Pela Educação. A gestão é da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação), com apoio do Consed (Conselho Nacional de Secretários da Educação) na divulgação e mobilização juntos aos municípios.

O ambiente virtual oferece recursos virtuais que permitem aos Dirigentes Municipais de Educação realizarem suas gestões com maior eficiência. Ele congrega um conjunto de dados, informações e ferramentas fundamentais, antes dispersas em diferentes locais, possibilitando uma otimização de processos, maior clareza das necessidades de um município ou escola em específico, além de centralizar informações vitais às Secretarias de Educação.

O ambiente também funciona como fórum, oferecendo para os gestores e demais usuários do sistema a possibilidade de estreitar relações e trocar experiências e casos de sucesso.

Lançado em Janeiro de 2013, o Conviva Educação conta com mais de 3.500 municípios e 8.500 usuários em todo o Brasil!

O acesso é feito pelo http://www.convivaeducacao.org.br e é voltado para todos os Dirigentes Municipais de Educação e equipes de todo o país.

 

Apoiada nos valores de Generosidade, Compaixão e Desejo de Ajudar, a SCJohnson orienta toda sua estratégia de construção de marca. Em 2012, direcionou esforços para realizar uma ação promocional para a marca Raid abordando o tema da sustentabilidade. Parceira nesta iniciativa, a Casa da Vila materializou uma ação de MRC (Marketing Relacionado a Causas) envolvendo 03 empreendimentos solidários de produção artesanal na confecção de 210mil brindes sociais colocando em prática os princípios do Comércio Justo e beneficiando 244 pessoas em situação de vulnerabilidade social. A mecânica era bem simples: na compra do produto, a consumidora ganhava um brinde produzido por um dos empreendimentos solidários parceiros.

Ações de MRC são uma forma de promover alianças estratégicas entre empresas e organizações sociais, estimulando o investimento social e mobilizando a sociedade a contribuírem com diferentes causas. Empresas e organizações utilizam o poder das suas marcas em benefício mútuo. Alinham-se as estratégias de marketing da empresa com as necessidades da sociedade, trazendo benefícios para a causa e para os negócios.

Nesta relação ganha-ganha, as 03 organizações parceiras foram beneficiados pela ação ao mesmo tempo em que ofereceram a marca Raid uma oportunidade de aumentar o valor percebido por seus públicos e alcançar incremento nos resultados de venda.

Uma parceria de sucesso e um exemplo de sustentabilidade social e econômica, que gerou resultados benéficos a todos. Uma demonstração de que o diálogo entre empreendimentos solidários e grandes empresas é possível!

Alunos de turismo lotaram o anfiteatro para a apresentação do Face Leste (Foto: Elaine Sodré)

Alunos de turismo lotaram o anfiteatro para a apresentação do Face Leste (Foto: Elaine Sodré)

Começamos a semana com mais uma apresentação do projeto Face Leste. Na noite desta segunda-feira estivemos na Escola Estadual João Maria Ogno OSB, na Vila Esperança. Nesse local há um curso de extensão em Turismo da Escola Técnica Carlos de Campos e, nesta semana, estão sendo realizadas atividades extraclasse de pesquisa e ações práticas denominada Semana de Atualização. Dentro desse evento escolar, fomos convidados para apresentar o projeto.

E para um grande público de jovens e adultos interessados em saber sobre a história da Zona Leste exibimos o documentário, distribuímos alguns livros e, o que é sempre mais gostoso, batemos papo com os alunos e professores do curso. Entre as principais preocupações, ficou evidente o interesse por conhecer e partilhar pontos históricos e turísticos da Zona Leste, que, por vezes, são pouco conhecidos e pouco explorados.

E, dentro disso, a importância de conhecer os lugares que fizeram a história da região – e saber que muitos deles são tão antigos quanto a própria cidade – para poderem se apropriar da sua própria história. Além disso, a importância desse saber ajuda no usufruto dos locais como itens de lazer e cultura, tão raros na região leste, mas que podem ser mais bem aproveitados.

Em breve teremos mais apresentações. É só você ficar ligado aqui, no www.faceleste.com.br e nas nossas redes sociais!

Bate-papo sobre o Face Leste ocorreu no CDC Tide Setubal (Foto: Idevanir Arcanjo)

Bate-papo sobre o Face Leste ocorreu no CDC Tide Setubal (Foto: Idevanir Arcanjo)

Ontem à noite o Face Leste continuou a sua turnê pela região onde nasceu. A equipe da Bonita Produções apresentou o projeto no Clube da Comunidade Tide Setubal, em São Miguel Paulista. Pudemos exibir o documentário e fazer a distribuição de mais livros que têm sido, assim como o vídeo, referência nas escolas da Zona Leste.

Cada vez mais recebemos comentários das pessoas que tomam contato com o projeto, de que o mesmo tem sido utilizado para a capacitação de professores e para que os jovens da região conheçam a história do lugar onde vivem, um primeiro passo importante para poder melhorá-lo.

Inclusive, este foi um dos pontos do intenso debate que tivemos com o público presente antes e depois da exibição do documentário. Um bate-papo bastante rico, que aprofundou vários pontos do projeto, desde a questão da forma de ocupação da Zona Leste, passando pela opção da construção do livro e do vídeo partindo do centro para o bairro, até chegar à pesquisa e escolha dos personagens para compor o projeto.

E sempre com questionamentos e opiniões bastante fortes e interessantes por parte do público, que também contribuiu com a partilha de experiências em seus próprios bairros, desvendando a importância que muitos dão para esse conhecimento e essa troca a respeito da região leste da cidade.

Saímos de lá com a segurança de que o projeto Face Leste tem cumprido o seu papel de levar esta região à reflexão, a partir do conhecimento de sua História. É a nossa maior vitória. Até breve!

Acesse o site www.faceleste.com.br e saiba mais sobre o projeto!

Apresentação durante a Agenda 21 no Sesc Itaquera (Foto: Elaine Sodré)

O último sábado foi dia de agenda cheia para a equipe do Face Leste da Bonita Produções. Pela manhã, visitamos o Sesc Itaquera e à noite fomos ao Memorial da Penha.

O primeiro compromisso do dia começou cedo, durante a reunião da Agenda 21, que ocorre mensalmente no Sesc Itaquera com membros da sociedade civil, que discutem várias questões ambientais para serem aplicadas em âmbito municipal. Lá, pudemos mostrar a publicação e contar um pouco da história do projeto.

Mas o mais interessante foi o carinho das pessoas que demonstraram grande interesse pelo projeto e por iniciativas culturais como essa de contar um pedaço da história da Zona Leste.

Após uma pausa durante o período da tarde, nos dirigimos ao bairro da Penha, pois noite seria de sarau no Memorial local. E teve de tudo lá: lançamento de livro de poesias, com direito a um recital de alguns poemas, desenhista mostrando sua revista, divulgação de festas religiosas, contação de “causos”.

Estivemos à noite num sarau realizado no Memorial da Penha (Foto:Elaine Sodré)

E em meio a esse caldeirão cultural, rolou um bate-papo bacana sobre o Face Leste, onde pudemos contar um pouco mais de alguns detalhes da obra, especialmente a respeito dos personagens, o que nos rende boas histórias e lembranças. Tudo em um clima bem informal e amistoso (teve até esfiha!), o que deixou a noite de sábado bem leve.

Em breve teremos mais apresentações. É só você ficar ligado aqui, no www.faceleste.com.br e nas nossas redes sociais!

Face Leste foi exibido ao ar livre, em frente a igreja São José Operário (Foto: Rodrigo Herrero)

Sábado foi dia de apresentar o projeto Face Leste na Favela da Vila Prudente. Uma experiência única e muito bacana. A projeção aconteceu ao ar livre, em frente à igreja São José Operário, em uma das entradas da favela.

As cadeiras foram colocadas no meio do trânsito de pessoas, motos, carros e bicicletas. E, apesar da nossa preocupação inicial de interferências durante a exibição, nada atrapalhou.

Enquanto preparávamos o projetor, a criançada se aproximava e, curiosa, perguntava o que iria ocorrer. A resposta de um filme sobre a Zona Leste deixava garotos e garotas de três a cinco anos com um ponto de interrogação na cabeça, o que não impediu que permanecessem para assistir ao vídeo.

O sino da igreja foi a senha para que as pessoas tomassem as cadeiras colocadas na passagem, recebendo jovens, adultos, idosos. Nas casas ao redor, janelas curiosas abriam para ver o que se passava e um comerciante assistia, da bancada de sua mercearia, um pedaço do vídeo, entre uma venda e outra.

Ao final, aplausos, um bate-papo rápido com os moradores, a distribuição dos livros e a satisfação de poder, em parceria com o movimento social organizado da própria favela, proporcionar aos seus moradores um momento de lazer e conhecimento a respeito da face leste de nossa São Paulo.

Exibições

No próximo sábado, dia 19, acontecerão dois encontros sobre o Face Leste. Às 10h, o pessoal que discute a Agenda 21 no Sesc Itaquera nos convidou para falar sobre o projeto. À noite, a partir das 19h, estaremos no Memorial da Penha para um sarau em que o Face Leste será tema de discussão. Para mais informações, clique aqui.